na caverna.

saia de sua zona de conforto

pois um espiritualista que guarda toda sua luz para si

é um egoísta, um falso espiritualista

trabalhe, lute, pois formamos o mesmo tecido social

saia da caverna e fuja da matrix

pois o verdadeiro guerreiro

é da paz,

mas para isso temos que lutar

por todos os seres conscientes

e por aqueles adormecidos

o melhor caminho é do meio

viva no meio dos profanos e espiritualistas

harmonize-se, e opte pelo compasso

pela dança do equilíbrio

saia da caverna, meu caro amigo

sempre negando as aparências

mas no fundo da alma

eu te admiro

rasgue o verbo e exploda-se

na paz, sim é claro

jogue fora todos os males do EGO

inveja, poder, ganância, luxo

e não seja tão egoísta

porque a egolatria é o mal do século

assim como a pressa e a ansiedade

temos sede de justiça e também queremos

um lugar ao sol

mas com muito trabalho,

TRABALHE meu caro amigo

e muito.

Verão Brasileiro.

levante-se e lute

ou vamos morrer trabalhando?

levante-se e lute

ou vamos morrer nas mãos dos golpistas?

Lute como uma mulher

a lá Joana d´arc, ou tantas Joanas e marias por ai

lute como zumbi

desobedeça

crie a desordem, o caos

faça parte da REVOLUÇÃO

mas antes IMPLODA-SE

e depois se EXPLODA

conheça-te a ti mesmo

e alastre a boa nova

seja como as formigas

pequenas mas valentes

ao carregarem folhas

seja como a sociedade das abelhas

onde cada operário tem uma função

LEVANTE-SE  e DESPERTE

para sua missão

você já se des-cobriu?

seja um revolucionário

de si mesmo, e alastre

a boa nova.

Poesia do Agora

Agora o futuro de ontem

passado do amanhã

O que temos?

o presente momento

sinta a energia pulsando

seu coração batendo

o sangue correndo

o oxigênio entrando

e o gás carbônico saindo

veja as nuvens e formigas

ouça o trem

carregado com nossas riquezas

abrace, beije, transe

tudo no agora

o futuro não é programado

viva o agora como se fosse um

presente divino

aproveite seu dia e noite

siririque-se, masturbe-se

tenha orgasmos

entre em êxtase…

sem drogas, só você com você mesmo

reconecte-se e assuma o leme da sua vida

seja senhor ou senhora

de seu próprio destino

amém.

Mais do mesmo

É tempo de revolução

conecte-se consigo mesmo

e busque nas profundezas de sua Alma

aquele espírito transformador e solidário

Porque entraremos em uma nova era

o velho já era e o novo insisti em ascender

são tempos de conquistas

e a verdadeira mudança começa em você mesmo

tal como uma pedra no lago

somos nós de um único futuro comum

que o da igualdade, fraternidade e solidariedade

e sem competirmos uns com os outros

venceremos o capital

e que 2018 seja o ano onde as máscaras

irão cair, uma a uma e que a verdade sempre

prevalecerá.

a última poesia (profecia)?

Neste ano que se inicia

seja sempre simples

busque a simplicidade e a humildade

e que o amor reine sobre esses novos tempos

fale menos e ouça mais

seja o amor, a felicidade

e na igualdade e fraternidade iremos

construir uma nova comunidade

a partir de você mesmo

represente seu sonho na terra

e o meu sonho é a Revolução

silencie. Não pire e respire pausadamente

há braços fraternos a todxs.

Res….pi……re.

2018 o ano da virada

é hora de se levantar

despertar e acordar para o novo

desde cedo, 100% no presente

um futuro incerto ausente

láaaa na frente,

mas que seja reluzente

desde aqui, emano energias positivas

para que as leis do universo

a causa e efeito

estabeleçam a mais perfeita harmonia

entre todos os residentes desse planeta

e que ao longo dos dias, vamos resgatar

nossa alegria.

Nesse novo ciclo, seja feliz

seja o amor, reclame muito….. menos

e esteja presente no exato momento.

poema não-linear.

é preciso estar firme

forte e equilibrado para o novo

um recomeço, um novo endereço

somos mestres na arte da mutação

essa metamorfose ambulante

total maluco beleza, e o que eu quero?

é sussEGO, paz e arroz, e sendo assim

meus dias serão de música e ginga

e nessa gramática sofrível, eu transpareço

das profundezas do meu EU.

autoconhecimento é como água de um rio

transcorre e escorre, lava, e segue rumo aos oceanos

desse infinito que é a vida, que é o tudo e o nada

e desta forma, seremos capazes de transformar o mundo ao redor

pela mudança de dentro.

Silêncio é a chave para calarmos os ruídos de fora

volta-se para o mais profundo EU.